quarta-feira, 10 de março de 2010

FOTORISO


O QUE É SACANAGEM!!

MANCHETE DO DIA

“Os japoneses preferem mulheres para uma relação curta”

CAFÉ DA UNIMONTES COM A IMPRENSA – PARTE II

SORRIA PERIFERIA! ATENDENDO pedidos de alguns coleguinahs que não apareceram na cobertura da coluna de ontem, sobre o café da manhã com a Imprensa que a Unimontes realizou, o Peregras apresenta mais alguns flashes. Confira mais alguns momentos clicados pela minha coleguinha Márcia Vieira “Yellow” com a sua implacável Xeretinha:













TEIAS & COSTURAS


FESSORA – Professora baladeira que foi notícia na coluna do Peregrino, na coluna de ontem, enviou um e-mail e me parabenizou pela criatividade da nota. Diz que riu a valer e que é minha fã. Merci

ELEIÇÃO – Ihhhhhhh... to vendo aí, certas figuras encostando nos candidatos aos parlamentos estadual e federal e só aplicando o trucão da galinha azul, ou seja, só lábia. Pode conferir que as figuras não tem votos nem dos filhos. Pois é, pois é, pois é...

BIRA – O Clube Pentáurea foi o lugar escolhido pelo empresário Bira para receber os amigos para o seu concorridíssimo niver. Como não poderia deixar de ser, compareceram amigos de todos os lados para homenageá-lo. Bira, feliz aniversário, parabéns e longa vida!!.

BLÁ blá blá abobrístico feito dia desses aí pelo empresário Dom Jadir Rodrigues (by Café Galo) e que merece registro: “Karoba, o dinheiro não nos traz necessariamente a felicidade. Uma pessoa que tem dez milhões de dólares não é mais feliz do que a que tem só nove milhões”. Toim!!

TAPETE – E aquele político que puxou o tapete do Peregras de guerra lá no paço, continua me tratando como se nada tivesse acontecido. E a vida continua, por parte deste colunista sem mágoa, mas acreditando que quem planta vento há de colher tempestade. E vamos que vamos!

MOCÃO – E o Mocão, hein? Será que a nossa geração ainda vai vê-lo erguido e poder assistir alguma partida de futebol? Pelo andar da Brasília de guerra o tão aguardado Moção só quem vai vê-lo são os nossos netos. Saída pela esquerda!!

TITÃO – Por falar em niver, o dublê de assessor político dos prefeitos e deputados ad região, Titão Pereira, sopra velinhas e colhe rosas no jardim da primavera no próximo sábado. Tito, assim como Massarico, Boca de Louvor e Fabiano Fagundes vieram neste mundo à passeio, espera receber uma festa surpresa dos friends and parentes. É isso aí, longa vida ao bom e velho Titus Livius Pereira, o Titão.

IMPACTO

“Maior poder divino pode ser revelado em nossas maiores fraquezas.”

RAPIDINHA & CRETININHA


O sujeito chega para o amigo e dispara:
— João, vou falar na lata: me empresta mil reais?
— Não posso, rapaz. Eu só tenho 700 reais.
— Não tem problema, cara... Você fica me devendo 300!

MUSAS DO KAROBA


MARAVILHOSAMENTE ISIS VALVERDE

A VIDA COMO ELA NÃO É...

O Emprego dos Sonhos

RUIM - O Juvenal estava desempregado fazia muitos meses. Com a persistência que só os brasileiros têm, o Juvenal foi tentar mais um emprego em mais uma entrevista. Após uma exaustiva entrevista o quinto entrevistador lhe perguntou:
— Qual foi seu último salário?
— Mil reais! — Respondeu Juvenal, e já ia dizer que aceitava menos. Mas foi interrompido.

BOM - Pois se o senhor for contratado ganhará 10 mil dólares por mês!
— Jura?

ÓTIMO - Que carro o senhor tem?
— Na verdade, agora eu só tenho um fusquinha e um carrinho pra vender pipoca na rua!
— Pois se o senhor trabalhar conosco ganhará um Audi para você e uma BMW para sua esposa!
— Jura?

SENSACIONAL - O senhor viaja muito para o exterior?
— Exterior do estado, sim. Belo Horizonte, São Paulo...
— Pois se o senhor trabalhar aqui viajará pelo menos 10 vezes por ano, para Londres, Paris, Roma, Mônaco, Nova Iorque, Tóquio...
— Jura?

EXTRAORDINÁRIO - E lhe digo mais... o emprego é quase seu. Só não lhe confirmo agora porque tenho que falar com meu gerente. Mas é praticamente garantido. Se até amanhã, sexta-feira, à meia-noite o senhor NÃO receber um telegrama nosso cancelando, pode vir trabalhar na segunda-feira.

BELEZURA - Juvenal saiu do escritório radiante. Agora era só esperar até a meia-noite da sexta-feira e rezar para que não aparecesse nenhum maldito telegrama. Sexta-feira mais feliz não poderia haver. E Juvenal reuniu a família e contou as boas novas.

FELICIDADE - Não se cabendo de felicidade convocou o bairro todo para uma churrascada comemorativa a base de muita música. Sexta de tarde já tinha um barril de chopp aberto. As 9 horas da noite a festa fervia. A banda tocava, o povo dançava, a bebida rolava solta. Dez horas, e a mulher de Juvenal aflita, achava tudo um exagero. A vizinha gostosa, interesseira, já se jogava pra perto do Juvenal. E a banda tocava! E o chopp gelado rolava! O povo dançava! Onze horas, Juvenal já era o rei do bairro. Gastaria horrores para o bairro encher a pança. Tudo por conta do primeiro salário. E a mulher resignada, meio aflita, meio alegre, meio boba, meio assustada.

PIOR - Onze horas e cinquenta e cinco minutos... Vira na esquina buzinando feito louco uma motoca amarela... Era do Correio! A festa parou! A banda calou! A tuba engasgou! Um bêbado arrotou! Um cachorro uivou! Meu Deus, e agora? Quem pagaria a conta da festa? — Coitado do Juvenal! — Era a frase mais ouvida. Jogaram água na churrasqueira! O chopp esquentou! A mulher do Juvenal desmaiou!

PIOR AINDA - A motoca parou!
- Senhor Juvenal Batista Romano Barbieri?
- Si, sim, sim, so, so, sou eu...
- A multidão não resistiu...
- Ooooohhhhhhhhhhhhh!

TRAGÉDIA - Telegrama para o senhor...
Juvenal não acreditava... Pegou o telegrama, com os olhos cheios d'água, ergueu a cabeça e olhou para todos. Silêncio total. Respirou fundo e abriu o telegrama. Uma lágrima rolou, molhando o telegrama. Olhou de novo para o povo e a consternação era geral. Tirou o telegrama do envelope, abriu e começou a ler. O povo em silêncio aguardava o desfecho, que poderia virar desenlace. Todos se perguntavam...
— E agora? Quem vai pagar essa festa toda?

MARAVILHA - Juvenal recomeçou a ler, levantou os olhos e olhou mais uma vez para o povo que o encarava... Então, Juvenal abriu um largo sorriso, deu um berro triunfal e começou a gritar eufórico:
— Mamãe morreeeeuuu! Mamãe morreeeeeeeuuu!

PEREGRINO GOSTOU & PEREGRINO NÃO GOSTOU


PEREGRINO GOSTOU – DE saber que o empresário ADAUTO MARQUES será empossado logo mais à night, como presidente da ACI. Longa vida ao novo presidente da ACI!
PEREGRINO NÃO GOSTOU – DOS homofóbicos e dos racistas que continuam aterrorizando nossos irmãos e irmãs cabralino(a)s. E assim caminha a humanidade!

QUEM LÊ A COLUNA


O grande amigo OTAVIO BRAGA (by Fadenor) é leitor assíduo da coluna e karobano de carteirinha. Presença garantida no 7ª Baião de Dois do Karoba, dia 22 de maio, no Clube da Área. Içá!!

ABRAÇOS


FINALIZANDO A COLUNA desta quarta-feira, abraços para Corina Abreu, Roberto Mont Sá, Flávia Antunes, Joãozinho Prates, Vanessa Giácomo, Farley Soares Menezes, Cínara Dreide, Valério Ubiray, Eunice Cardoso da Fonseca, Claudionor Barral, Jorge Loredo e Kuta. Quinta-feira tem mais. Bye!

GRAN FINALE

“O maior defeito da democracia é que somente o partido que não está no governo sabe governar.”