domingo, 13 de junho de 2010

DIVÃ DO KAROBA


CERVEJA PODE MATAR??

NA SEÇÃO DESTA quinta-feira, o Peregras entrevistou alguns coleguinhas e amigos para saber se a “CERVEJA PODE MATAR. Confira as respostas:

KAROBA - Cerveja pode matar?
BETO APITO ROSA - Sim. Sobretudo se o ser humano se deixar atingir por uma caixa de cerveja com garrafas cheias. Sabe-se que, anos atrás, um rapaz, ao passar pela rua, foi atingido por uma caixa de cerveja que caiu de um caminhão, tendo morte instantânea. Além disso, casos de enfarto do miocárdio em idosos têm sido associados às propagandas de cervejas com modelos esculturais.

KAROBA - A cerveja causa dependência psicológica?
DENILSON ARRUDA - Não. 89,7% dos psicólogos e psicanalistas entrevistados preferem uísque.

KAROBA - Mulheres grávidas podem beber sem risco?
DENNER KROGER - Sim. Está provado que nas blitz a polícia nunca pede o teste do bafômetro para gestantes... E se elas tiverem que fazer o teste de andar em linha reta, sempre podem atribuir o desequilíbrio ao peso da barriga.

KAROBA - Cerveja pode diminuir os reflexos dos motoristas?
ALEX TUTA - Não. Uma experiência foi feita com mais de 500 motoristas: foi dada uma caixa de cerveja para cada um, e, em seguida, colocaram um por um diante e um espelho. Em nenhum dos casos, os reflexos foram alterados.

KAROBA - Existe alguma relação entre bebida e envelhecimento?
REININE CANELA - Sim. A bebida envelhece muito rápido. Para se ter uma idéia, se você deixar uma garrafa ou lata de cerveja aberta ela perderá o seu sabor em aproximadamente quinze minutos.

KAROBA - A cerveja atrapalha no rendimento escolar?
HILÁRIO BISPO - Não, pelo contrário - alguns donos de faculdade estão aumentando suas vendas com a venda de cerveja nas cantinas.

KAROBA - O que faz com que a bebida chegue aos adolescentes?
VICENTE CATANDUBA, O DUBA - Inúmeras pesquisas vêm sendo feitas por laboratórios de renome. Todas indicam, em primeiríssimo lugar, o garçom.

KAROBA - A cerveja causa diminuição da memória?
JOÃO VELOSO - Que eu me lembre, não!
E vamos que vamos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário