sexta-feira, 30 de abril de 2010

RAPIDINHA & CRETININHA


Num concerto da Banda U2 em Lisboa, Portugal, o vocalista Bono pediu silêncio ao público. Em seguida começou a bater palmas, no ritmo da música que os colegas de banda tocavam de fundo.
Ele foi batendo palmas... a música ficando mais suave.... Ele olhou pros demais músicos e eles também silenciaram... Só as palmas ritmadas do Bono ecoavam pelo estádio lotado.
Ele foi se movimentando até o microfone e olhando para as pessoas, todas quietas... prestando atenção, tentando entender o que ele queria dizer. Então ele disse, num tom muito sério:
— Eu quero que vocês pensem nisso... A cada batida de minhas mãos, uma criança morre na África!
E no ritmo da música suave, ele continuou batendo palmas... Então surgiu uma voz de um portuga, nas arquibancadas, em alto volume gritando desesperado:
— Ora pois, então para de bater palmas, ó filho duma égua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário