quarta-feira, 7 de abril de 2010

MÃE CIUMENTA TIRA O SOSSEGO DA NORA

PIPITI PIPITI POW! Fuxiquê que a minha confidente fiel com trânsito livre no suburby Figueirense, Soninha Calamidade, me contou e que merece registro. Segundo ela, Edicleide Suzete e Marisvalda Arlinda (by nomes fictícios) estão iguais cães e gatos. É só colocar as duas juntas para o tempo fechar e o pau comer na casa de Noca. Marisvalda Arlinda não aceitou até hoje o casamento do que o seu filho unigênito com Edicleide Suzete. O seu ciúme é tão grande que quando as duas se encontram naquelas reuniões familiares sempre rola um barracon da pesada. A sogrona sempre leva vantagem, já que o filhote lhe protege. Só que, noite dessas aí, Edicleide Suzete resolveu rodar a baiana e tascou um tabefe bem nas fuças da sogrona. É lógico que a sogrona não deixou por menos e partiu para cima da nora e grudando as suas madeixas já foram rolando pela sala e quinta afora. O maridão foi sair novamente em defesa da mãe, mas acabou por levar chutão nos “ovos”, deixando-o no chão sentindo dores por alguns minutos. A parentela que mora na vizinhança bem que tentou fazer as vezes da “turma do deixa disso”, mas as duas não se desgrudavam dos puxões de cabelos, mordidas, unhadas, cusparadas e outras coisitas do gênero. Resumo da ópera desse quiprocó, passada a mão de tapa, a sogra toda chorosa voltou para casa e já tem uma cara que não importuna mais a nora. O marido por outro lado, ainda está se recuperando do chutão que levou nos “ovos”, mas está no maior Love e com cara de feliz. Para sempre? Sei não, talvez até a próxima reunião da família suzetina.
Eitcha que quá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário