segunda-feira, 12 de abril de 2010

AMANTE ESCANDALOSA GRITA POR BAIXINHO


ME AMARROTA QUE eu tô passado! Bafom que o meu confidente fiel com trânsito livre no metiê politiquê, Nelsão Língua Nervosa, me contou e que merece registro. Segundo ele, Jorjão Salustiano (by nome fictício), um perigoso dublê de político, metido a Don Juan, numa de suas andanças por terras norte-mineiras, foi protagonista de uma hilariante aventura sexual. Pois é, depois de um dia inteirinho politicando na cidade de um prefeito da região, ele só queria era um relax for man na companhia de uma bela dama. Mas para sua infelicidade a única que tinha na reta, quer dizer, na fazenda do prefeito, era a secretária do lar. Jorjão Salustiano deu uma olha de cima a baixo e de baixo para cima, conferiu o material e pensou: por que não? Jogou idéia no ouvido da comadre e acabou conseguindo seduzi-la para uma noitada em seu quarto. Só que Jorjão Salustiano não sabia que a sua amante era escandalosa e o seu barulho era ouvido em toda casa. Um dos seus amigos foi lá para alertá-lo sobre o barulho da amante. Neste momento, ele pediu para que a sua amante falasse baixinho. Mais do que depressa a amante a obedeceu e começou a gritar a plenos pulmões: “ai baixinho, ai baixinho, não para não se não eu te mato.... Baixinhoooooooooooooooooo...
Abafa o caso!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário