quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

A VIDA COMO ELA NÃO É...


Porque me separei da Tribufu Ricarda

SORRIA PERIFERIA! Na coluna desta quarta-feira, aproveito para relatar os motivos que me levaram a separar da tribufu Ricarda. Lógico, além da sua feiúra, pois a criatura era e ainda é, um mergulho (by merda misturada com bagulho), a Ricarda era tão chata que carrapato subia nela e descia coçando. Mas para separar da enfusada passei a provocá-la com alguns diálogos e situações. Confira:

BOM - A tribufu Ricarda sentou-se no sofá junto a mim enquanto eu passava pelos canais.
Ela perguntou: "O que tem na TV?
"Eu disse, "Poeira. "
E a briga começou...

RUIM – Ela estava dando dicas sobre o que ela queria para seu aniversário que estava próximo.
RICARDA - Quero algo brilhante que vá de 0 a 200 em cerca de 3 segundos.
Eu comprei uma balança para ela.
E o pau comeu na casa de Noca...

PÉSSIMO - Quando cheguei em casa numa dessas noites, a Ricarda exigiu que a levasse a algum lugar caro. Então eu a levei ao posto de gasolina.
Virge!!! A enfusada ficou “fula”.
E então a briga começou...

PIOR – A tribufu e o Peregras estavam sentados numa mesa na reunião de colegial. Ela ficou olhando para um cara bêbado que balançava seu drinque enquanto estava sozinho numa mesa próxima.
Eu perguntei, "Você o conhece ?"
"Sim," disse ela, "É meu antigo namorado....Eu sei que ele começou a beber logo depois que nos separamos há tantos anos, e pelo que sei ele nunca mais ficou sóbrio."
"Meu Deus!", eu disse a tribu, "quem pensaria que uma pessoa poderia ficar celebrando por tanto tempo?"
Nem precisa falar o que rolou na sequência, né?

PIOR AINDA – Tribu estava nua, olhando no espelho do quarto de dormir. Ela não está feliz com o que vê e diz para este Peregras velho de guerra:
RICARDA - Sinto-me horrível; pareço velha, gorda e feia. Eu realmente preciso de um elogio seu. "
Eu retruquei: "Sua visão está perto da perfeição."
O Karobinha quase morre de tanto apanhar com o pau de macarrão.

TRAGÉDIA – E esta foi realmente para colocar um ponto final no casório. Eu a levei no restaurante. O garçom, por algum motivo, anotou meu pedido primeiro.
KAROBA - Eu vou querer churrasco mal-passado, por favor.
GARÇOM - Você não está preocupado com a vaca louca ?"
KAROBA - Não, ela mesma pode fazer seu pedido.
Tribu partiu para cima do Peregras feito uma vaca louca e no Day after eu tava saindo do hospital e pedindo a separação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário