sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

AVARENTO PAGA LANCHE PARA O PEREGRINO E A CHUVA NÃO CAI

PAREM O MUNDO que eu quero descer! Dia desses aí, Rosano (by nome fictício) que grita no miserê me chamou para um lanchinho básico. Pasme, people, ele afirmou que fazia questão de pagar. Me belisquei pois pensei que estava sonhando. Mas era verdade. Juro que eu fiquei boquiaberto. Eu não conseguia acreditar! Genteim, que milagre era esse. Para não fazer uma desfeita, aceitei o lanche e aproveitei para comer diumtudo que eu tinha direito, sem dó da criatura avarenta! Afinal de contas não é todo dia que a criatura tirava os escorpiões dos bolsos e pagava alguma coisa. Acho até que ele se arrependeu de ter me convidado, pois fiz questão de comer só salgados caros, como coxinha com catupiri e etc. Quando sai da lanchonete olhe para o céu para ver se não vinha uma chuva por aí. Qual o quê, o calorzão futebol clube estava fritando até o cérebro. Meu medo agora é de que ele me peça uma revanche.
E vamos que vamos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário