terça-feira, 12 de janeiro de 2010

RAPIDINHA & CRETININHA

Joaquim era enfermeiro de uma UTI e tratava de uma mulher internada em estado de paralisia total. Nove meses depois ela aparece grávida, para espanto de todos!
A direção do hospital se reuniu e deu queixa na delegacia de polícia para achar o culpado. A polícia então começou interrogando o Joaquim.
— O senhor era o enfermeiro da paciente grávida?
— Sim senhoire...
— E foi você que engravidou a moça?
— Foi sim senhoire, mas só fiz por ordem do hospital. Cumpri rigorosamente o que estava escrito na prancheta da paciente.
— Como assim? O que era mesmo que estava escrito no boletim médico?
O Joaquim então retirou uma cópia do relatório e leu para o delegado: "Mulher, 22 anos, inerte, não reage a nenhum estímulo. Coma."

Nenhum comentário:

Postar um comentário